A terapia craniosacral é uma técnica manual suave criada pelo médico osteopata e pesquisador John Upledger, há mais de 30 anos. Esta técnica ajuda a detectar e corrigir desequilíbrios no sistema craniosacral, que podem ser a causa de disfunções sensoriais, motoras e/ou neurológicas. Esta técnica de diagnóstico e correção encoraja os mecanismos naturais de cura do corpo e ajuda a dissipar os efeitos negativos  do estresse sobre o sistema nervoso central. Ela também beneficia uma melhor saúde global e resistência a doença.
O sistema craniosacral é constituído pelas membranas e pelo liquido cérebro-espinhal, que envolvem e protegem o cérebro e a medula. O sistema se estende desde os ossos do crânio, face e boca até o sacro e cóccix.

No centro do corpo o fluido cérebro espinhal, que banha e protege o cérebro e a medula espinhal, expressa seu movimento como uma maré de fluxo e refluxo; enquanto ossos, órgãos e outras estruturas do corpo seguem seu próprio padrão de movimento. Este ritmo é de aproximadamente seis a doze ciclos por minuto é tão sutil que dificilmente é mensurável através de instrumentos.
O ritmo é entendido como a resposta da flutuação do fluido cerebroespinhal dentro do medula espinhal e cérebro.
Em resposta a golpes físicos, tensões, dificuldade no parto, problemas emocionais, etc os tecidos do corpo se contraem. Em ocasiões, esta contração – especialmente se o golpe foi forte ou o trauma emocional intenso – fica contida no corpo, limitando seu bom funcionamento, e criando restrições que provocam problemas que podem durar anos.
Como esse sistema vital influencia o desenvolvimento e o desempenho do cérebro e da medula, um desequilíbrio ou restrição no sistema pode ocasionar vários problemas sensoriais, motores ou neurológicos. Esses problemas podem incluir dor crônica, dificuldades oculares, escoliose, dificuldades de coordenação motora, dificuldades de aprendizagem e outros desafios à saúde.
Durante a sessão o cliente sente o leve contato das mãos do terapeuta treinado em escutar os movimentos sutis do corpo, seus ritmos, pulsações e padrões de congestão e resistência. Esta escuta proporciona uma importante informação sobre o funcionamento da pessoa em sua totalidade.

O terapeuta treinado pode perceber, identificar sua origem e trabalhar com elas. Utilizando a suas mãos o terapeuta relaxa o corpo do cliente no padrão que está contido, ao fazer, este tem a oportunidade de soltar este padrão restritivo e encontrar uma nova forma de organizar.
O complexo corpo-mente é um sistema espontaneamente auto-organizado que ao receber a informação correta de seu próprio desequilíbrio, tem a capacidade de equilibrar-se por si próprio.
Seguindo este principio fundamental, o terapeuta nunca impõe nada sobre o corpo da pessoa, não força o seu organismo a fazer algo para o que não está preparado. É o próprio sistema do cliente que leva a diretriz de seu processo de cura. O terapeuta craniosacral sintoniza com sua sabedoria interna e sua inteligencia corporal e segue  os padrões que ele indica.
Quando se liberam as tensões, se libera também a energia que antes se utilizava para manter a contração. Para tanto, um dos benefícios desta forma de terapia corporal é aumentar o nosso nível de energia, podendo também produzir um relaxamento mais profundo.
Uma parte integral deste trabalho é a tomada de consciência do próprio processo vital.

Trabalha-se delicadamente com a coluna e o crânio, as suturas cranianas, diafragmas e fáscia. Usando as mãos como instrumentos de discriminação finas, o terapeuta Craniossacral é capazes de detectar perturbações no ritmo para ajudá-los a identificar as áreas de disfunção, como cranial, sutural, membrana e outras restrições dos tecidos moles do corpo.
O terapeuta craniosacral tem uma abordagem completa da pessoa para a cura e as inter-conexões de corpo, mente e espírito estão profundamente reconhecido. É uma forma eficaz de tratamento para uma ampla gama de doenças, ajudando a criar as condições ideais para a saúde, vitalidade incentivando e facilitando uma sensação de bem-estar.

Terapia Craniossacral é tão suave e seguro, que é adequado para pessoas de todas as idades, desde anciãos até crianças e bebês, bem como durante a gravidez e pós-parto, após a cirurgia, um acidente ou em condições de fragilidade.
Sendo uma terapia global de todo o corpo, pode ajudar as pessoas com quase todas as condições, aumentando a sua vitalidade e permitindo usar seus próprios recursos para curar a si mesmo.
A ênfase do trabalho é acompanhar a pessoa para restaurar seu potencial de saúde.

A lista a seguir mostra algumas das condições,  que podem responder favoravelmente à terapia craniossacral.

  • Alergias
  • Alterações da ATM
  • Ansiedade
  • Artrite
  • Osteoartrite
  • Asma
  • Bronquite
  • Dor ciática
  • Depressão
  • Diabetes
  • Dificuldade na gravidez
  • Dor nas articulações
  • Dor e tensão
  • Escoliose
  • Estresse
  • Hérnias
  • Hiper ou hipotireoidismo
  • Hiperatividade
  • Insonia
  • Lesões Esportivas
  • Lombalgia
  • Enxaqueca
  • Neuralgia
  • Paralisia facial
  • Problemas digestivos
  • Sequelas de acidente
  • Sinusite
  • Zumbido nos ouvidos